O corpo fala!

No comments

 

O corpo fala!

Quando observamos os bebês, temos a oportunidade de aprender tanta coisa…

O brilho no olhar acendendo pelas pequenas coisas, a busca e a sede por descobrir como elas são, como elas funcionam, a curiosidade por todas as formas de existência, por tudo que se move, tudo que se colore, tudo que pinga, rola, faz barulho, faz cocegas, arranha, pinica, esquenta ou gela…

Mas para além desse ensinamento profundo em enxergar a importância das coisas simples da vida, os pequenos também tem uma imensa potência que temos tendência a esquecer ao longo da vida: o nosso corpo.

Costumamos precisar tanto da nossa mente para planejar, refletir, programar, organizar, nos relacionar, que de forma geral, tendemos a fazer essa cisão entre mente e corpo. E muitas vezes nem percebemos o quanto é rica e necessária a nossa busca por essa reintegração.

Se a nossa mente pensa, o nosso corpo fala, e muito além das palavras.

E muitas vezes é através da arte (a música, o fazer manual, a dança, entre outros) que encontramos um caminho muito rico para o auto-conhecimento e a expressão dos nossos dizeres mais profundos, aqueles que as palavras não alcançam.

Aqui no Cadê propomos que esse espaço criativo, de expansão e expressão, seja garantido aos bebês desde seus primeiros dias de vida, para que ele se consolide e permaneça sempre dentro de cada um de nós, podendo ser acessado e existir enquanto recurso por toda a nossa vida.

Para os adultos, viver essas experiencias com os pequenos é também uma forma de resgatar e reconhecer ou criar esse espaço interno, que traz tanto bem para a alma e para o corpo. Você já sentiu esse prazer de se expressar além das palavras hoje? Conte para a gente!

Caio AndreucciO corpo fala!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + seis =